05 novembro 2011

Restless


A tradução foi 'inquietos', mas eu diria 'irrequietos', apesar de saber que não é tão poeticamente conseguido. Dois adolescentes que se confrontam cedo demais com os terrores da vida. Duas vidas que se cruzam tão subtimente e de forma tão sublime que contagiam aqueles que os rodeiam. Duas crianças que crescem rápido demais, mas com uma força e determinação tais que conquistam o mundo, e nos conquistam a nós, sem qualquer dificuldade, desde o primeiro sorriso, desde o primeiro olhar.
Uma história de amor sem igual.
Porque o que importa não é o que acontece depois de morrermos, é o que fazemos enquanto cá estamos.

Sem comentários: