21 janeiro 2012

Os pequenos-almoços de fim de semana















 
Não há nada melhor do que os pequenos-almoços de fim de semana.
Durante a semana, eu bem tento acordar a uma hora que me permita fazer as coisas com tempo, sentar-me a tomar o pequeno-almoço, pensar calmamente no que vou vestir... Mas claro que acordo sempre em cima da hora (quando não acordo pura e simplesmente tarde), faço tudo a correr e acabo por tomar o pequeno-almoço no trabalho, já sentada à secretária. E sinto-me sempre tão irritada comigo mesma quando olho para o telemóvel e vejo 8h30 (de notar que eu entro às 9) e salto da cama a maldizer-me e tomo banho à velocidade da luz (não que eu tome banhos longuíssimos, nunca tive esse hábito, mas um bocadinho de contemplação no chuveiro não faz mal a ninguém) e saio a correr e já não encontro (obviamente) nenhum dos lugares onde gosto de pôr o carro. E eu queixo-me, mas sei que começa uma nova semana e recomeça este rodopio frenético. Mas depois, ah, depois há os pequenos-almoços de fim de semana.

Nada melhor, numa sexta-feira à noite, do que: