30 maio 2012

Amsterdammmmmm


Depois de meses de trabalho árduo e de inúmeras viagens para cima e para baixo neste país, eis-me prestes a ir de férias, e ainda por cima para o meu destino mais querido. Já comecei a pensar em todas as pessoas que adoro e que vou rever, nas bicicletas, nos chocolates quentes, nas sanduíches maravilhosas, nos bares, nos museus aos quais nunca deixo de ir, nas livrarias nas quais passo horas e deixo rios de dinheiro… Mas, sobretudo, não consigo deixar de pensar na alegria que me invade assim começa a aproximar-se o momento de lá chegar, mas sobretudo no momento em que piso aquele chão, e no sentimento de pertencer que inegavelmente e inevitavelmente me assola. Não sou apologista de usar palavras em línguas estrangeiras quando não temos paciência para procurar na nossa, mas não consigo encontrar uma expressão que exprima tão bem o que sinto por Amesterdão como «home away from home». 

A família :)

Hoje, quando cheguei a casa, tinha este quadro à minha espera:




















E depois passou-se isto... :)






27 maio 2012

Surpresas

Um convite (do meu coro de sempre... :)) para substituir em alguns concertos uma cantora fabulosa. Medo, borboletas na barriga e sorriso de orelha a orelha. Nada melhor do que um desafio numa das áreas que mais me define :)

Preview... (uma das...)


E portanto tenho passado os últimos dias a ouvir quase ininterruptamente (mesmo que seja só na cabeça) as músicas maravilhosas que vou fazer minhas daqui a menos de um mês.

24 maio 2012

Cheese naan

Ontem foi noite de experiência culinária. O objetivo? Fazer cheese naan. A razão? Apetecia-me comida indiana, mas não me apetecia ir até ao restaurante. O resultado? Vejam por vocês mesmos:


















Não têm absolutamente nada que ver com os dos restaurantes, mas ficaram maravilhosos! E claro que adulterei a receita, acrescentando coentros e alho, o que, a meu ver, os tornou ainda mais saborosos. A repetir! 

3000 km

Foi o que fiz a guiar no último mês (fora os que fiz à pendura!). Voltei estafada, mas feliz. Entre hotéis para lá de maravilhosos, comida fantástica, passeios invejáveis (no meio disto tudo, fui também à Madeira e aos Açores!) e muita conversa e risada com colegas, foram uns dias muito bem passados. E até o trabalho correu bem, fora alguns percalços momentâneos, mas que fazem parte e que são aquilo que acabamos por deixar para trás.
Deixo-vos então uns pedaços de Portugal, para se deleitarem :)