07 setembro 2012

«A luta pela utopia é essencial»


Palavras de Otelo Saraiva de Carvalho na apresentação do livro Outro caminho, do meu primo Carlos António. E deu que pensar. Sinto que eu (e comigo a minha geração, creio) muito poucas vezes penso nos sacrifícios que foram feitos e na luta que foi travada para eu poder ter a vida que tenho, a liberdade que tenho, o país que tenho. E de facto um homem que foi cabeça do 25 de Abril não pode sentir que tudo valeu a pena quando olha, hoje, para o país pelo qual lutou com unhas e dentes, e o vê definhar. Não sei qual é a solução, não sei o que posso fazer eu para melhorar as coisas, e honestamente nem sequer percebo metade do que se passa, mas que pensarei mais e melhor no assunto depois de ter ouvido as palavras de Saraiva de Carvalho ontem à tarde, pensarei.

Numa nota mais humorística, o meu primo finalizou o seu discurso emotivo com «Queria dizer-vos, a todos os que estão presentes... [pausa dramática, pensei que vinha daí a lagriminha que ameaçava despontar desde que ele se tinha levantado para se dirigir ao público] ... que estão dispensados de ir ao meu funeral!»

E o público rebentou à gargalhada, claro.

1 comentário:

Vespinha disse...

O problema é que hoje estamos a ser governados por pessoas que ou não têm memória do que foi o passado ou na altura estavam muito bem acomodados. E quando alguém com dois dedos de testa tenta mudar alguma coisa... é cilindrado.