19 dezembro 2012
















Dia 19 é sempre um dia estranho para mim. Por um lado, é a véspera dos meus anos, e eu não conheço ninguém (adulto, isto é) que goste tanto de fazer anos como eu, que até consigo entusiasmar os outros com a aproximação do dito! Por outro lado, era o teu dia de anos. Gostava de fazer as festas em conjunto, gostava que nos cantassem os parabéns ao mesmo tempo, e nunca mais me esqueço do dia em que te pedi por favor por favor para me cantares os parabéns porque não percebia porque é que toda a gente te proibia de cantar. Numa família tão afinada não podias ser assim tão mau! Mas eras. Conseguiste desafinar os parabéns do princípio ao fim, mas cantaste-os por mim. E também me deixavas mexer nas tuas orelhas, quando não o permitias a mais ninguém porque te fazia impressão. E contavas-me as histórias do Chico e de tantas outras coisas. A minha memória mais querida e constante era ao domingo, depois da Fórmula 1, quando te deitavas no chão do nosso quarto para dormir uma sesta e eu me sentava ao teu lado e acordava-te de cada vez que ressonavas... Coitadinho, avô! Mas tu aguentavas estoicamente, e nunca me mandaste embora. Tenho saudades tuas. E ficas a saber (se é que não o sabes já) que o meu minuto preferido do ano inteiro é quando chega a meia-noite do dia 19 para 20, o nosso minuto, só dos dois, e penso sempre em ti. Gosto muito de ti, avô. Parabéns. 

6 comentários:

Vespinha disse...

Parabéns, avô.

joana disse...

merci. *

Show me Pretty disse...

não deixa de ser engraçado que o meu avô também fizesse anos no dia colado ao meu mas, no nosso caso, ao contrário (eu primeiro, ele logo a seguir). beijinho grande trex. e parabéns a ele:*

joana disse...

tão giro! não sabia :) é um dia estranho, mas ao mesmo tempo gosto muito da memória dos dias de anos colados e aposto que tu também, mamutxito :) beijinho grande***

homem sem blogue disse...

Que bela declaração de amor. Parabéns ao avô e a ti.

homem sem blogue
homemsemblogue.blogspot.pt

joana disse...

obrigada :) (pelos dois)